20210518 Liderança BRF 02

Rastreabilidade de produtos e interação com produtores fazem parte dos R$ 700 milhões que a BRF, dona das marcas Sadia, Perdigão e Qualy, investirá em tecnologia até 2025. “O consumidor quer cada vez mais informação, que não é só a tabelinha nutricional do alimento, mas sobre a origem do produto”, afirma Lorival Luz, CEO da BRF em entrevista ao Liderança Digital, série de entrevistas que vai ao ar nesta sexta-feira.

“Para a empresa também é importante garantir a qualidade do produto, da fábrica à prateleira”, afirma. Na pandemia, a BRF se aproximou dos 10 mil produtores integrados levando informações sobre o clima e orientações para a produção. Hoje, a empresa se preocupa com a recuperação do setor de serviços, como restaurantes e lanchonetes. “A torcida é por vacina, vacina e vacina”, diz. “É o melhor plano de ação para a retomada da economia.”

You May Also Like