Ex-cantora gospel Jotta A: ‘Abri mão de carreira no auge para viver minha verdade’

Jotta A era sensação em eventos evangélicos e vivia o auge da carreira musical no meio gospel. Tinha milhões de visualizações, fã-clubes e até indicação ao Grammy Latino.

Mas isso não era sinônimo de felicidade. Em meio à pandemia de covid-19, com shows adiados e sem perspectiva sobre a retomada da rotina, passou uma fase que define como de “muita solitude”.

Jotta A olhou para si e decidiu que não queria mais viver daquela forma. A cantora de 24 anos, que alterou seus documentos para o gênero feminino, conta em entrevista à BBC que sempre se enxergou como uma mulher transgênero. Mas o processo não foi fácil.

“Tive que abrir mão de uma estabilidade, de uma carreira construída, para viver a minha verdade. Digo abrir mão porque viver a verdade ainda é um tabu muito grande. Para que eu pudesse buscar o autoconhecimento, tive, de certa forma, que abrir mão de toda a comodidade que uma carreira brilhante me trouxe”, diz ela.

Confira no vídeo.

Reportagem em texto:
https://www.bbc.com/portuguese/geral-61250795

Curtiu? Inscreva-se no canal da BBC News Brasil! E se quiser ler mais notícias, clique aqui: https://www.bbcbrasil.com

#BBCNewsBrasil #JottaA #Entrevista

You May Also Like