O ativista político Rodrigo Pilha denunciou que foi espancado por policiais na prisão

O ativista político Rodrigo Pilha denunciou que foi espancado por policiais na prisão, ele é conhecido por ter estendido uma faixa chamando Jair Bolsonaro de genocida. Já o Ministério Público do Rio de Janeiro enviou à justiça uma manifestação a favor de Felipe Neto, pedindo o trancamento da investigação contra o youtuber.

Acompanhe nossa página de Notícias – Mundo de Notícias

You May Also Like