Os desafios para o setor energético

Depois da pior seca em nove décadas, que acendeu novamente o fantasma de um racionamento de energia, o Brasil se livrou da crise hídrica mais recente e os principais reservatórios do país voltaram a encher. No entanto, as contas de luz têm subido muito acima da inflação nos últimos anos.

#LivedoValor #setorenergético #desafios @ABEEolica @Agência Nacional de Energia Elétrica
 
Desde 2013, segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), as tarifas residenciais de energia aumentaram 117%, enquanto o IPCA acumulado no período foi de 70%. O orçamento para financiar subsídios no setor será de R$ 32,1 bilhões em 2022 — alta de 34% na comparação com o valor do ano passado. A MP da Eletrobras exigiu a contratação de 8 mil megawatts de térmicas a gás natural como contrapartida à privatização da empresa.
 
Para discutir as lições deixadas pela última crise e as perspectivas de abastecimento, bem como o atual patamar tarifário e o crescimento das fontes renováveis na matriz elétrica, a Live do Valor desta sexta, dia 6, às 15h, receberá dois especialistas com ampla trajetória no setor.
 
O consultor Edvaldo Santana, doutor em Engenharia de Produção pela UFSC, foi diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e presidente da Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia (Abrace).

 
A economista Elbia Gannoum, com mais de 20 anos de experiência no setor, foi chefe da assessoria econômica do MME e diretora da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Preside a Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeóloca) há quase 11 anos e é vice-chair da Global Wind Energy Council (GWEC).

 
A live faz parte de uma programação especial de aniversário do Valor, que em maio completa 22 anos. A conversa será conduzida pelo jornalista Daniel Rittner, repórter especial do Valor em Brasília, e transmitida pelo site e páginas do Valor no YouTube, LinkedIn e Instagram.

You May Also Like