Os testes com a vacina para HIV no Brasil I AO PONTO

Enquanto os países correm para controlar a pandemia de Covid-19 com vacinas desenvolvidas em tempo recorde, um imunizante contra outro vírus, que já matou mais de 34,7 milhões de pessoas nos últimos 40 anos, entra na última etapa antes da submissão às autoridades sanitárias. A vacina contra o HIV vendo sendo procurada há quatro décadas, porém o sucesso da pesquisa esbarra na grande variação genômica que caracteriza o vírus da Aids. Agora, no entanto, um estudo financiado pela Janssen, que usa duas vacinas combinadas, já alcança a fase final de análise em milhares de voluntários de oito países. E o Brasil fará parte dos chamados testes de fase 3, que apontarão qual é a eficácia da vacina nos ensaios clínicos. O recrutamento de voluntários começou em dezembro, termina em setembro deste ano e ocorre em cinco capitais, como Belo Horizonte. No Ao Ponto desta segunda-feira, o médico imunologista Jorge Andrade Pinto, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e responsável pelos testes da vacina contra o HIV no estado, explica em que etapa está o desenvolvimento desse imunizante, qual é o papel do Brasil nesse esforço mundial e como a descoberta de uma vacina eficaz pode mudar a estratégia de combate à pandemia de HIV.

Spotify (https://spoti.fi/2LWcVDG)
iTunes (https://apple.co/2LUj2IJ)

ASSINE O GLOBO: http://assineoglobo.globo.com/
INSCREVA-SE NO CANAL: http://bit.ly/2BQvqB4

O SITE: https://www.oglobo.globo.com
O FACEBOOK: https://www.facebook.com/jornaloglobo
O TWITTER: https://twitter.com/jornaloglobo

You May Also Like