Quase 30 anos depois do crime, garimpeiro acusado de matar 200 indígenas yanomami é preso em Roraima

Eliézio Monteiro Nerj foi preso na rodoviária da capital Boa Vista em uma ação conjunta entre as polícias federal e militar do estado. O crime aconteceu em julho de 1993.

Em meio ao aumento da tensão entre indígenas e garimpeiros, a investigação aponta que os acusados aproveitaram a saída dos homens da aldeia Haximu para atacarem mulheres e crianças.

#JTCultura #JornaldaTarde

You May Also Like