Um novo olhar sobre a liderança

Com um vasto currículo no setor público e privado, muitas vezes como a primeira executiva a assumir o comando em instituições como o BNDES e a siderúrgica CSN, Maria Silvia Bastos Marques obteve uma série de resultados notáveis em sua carreira que lhe renderam reconhecimento nacional e internacional.

#LivedoValor #liderança #Carreira

Maria Silvia foi eleita Executiva de Valor na primeira edição do prêmio em 2001, repetindo a conquista em 2002, por sua atuação da CSN, merecendo destaque na categoria mineração, siderurgia e metalurgia.

Por quase três anos, Maria Silvia esteve no Goldman Sachs, onde ocupou a cadeira de CEO e depois de presidente do conselho consultivo no Brasil, cargo que exerceu até o fim do ano passado. No banco, foi responsável por várias iniciativas educacionais em prol da diversidade e do aumento da participação feminina no mercado financeiro.

Doutora em economia, Maria Silvia Já integrou os conselhos de administração de grandes empresas como Vale, Petrobras, Pão de Açúcar, Embratel, entre outras. Atualmente, integra os conselhos do Centro de Liderança Pública (CLP), organização suprapartidária que busca desenvolver líderes para o setor público e do grupo Cataratas. Já atuou como mentora em programas para jovens lideranças em diversos momentos da carreira. No ano passado, participou da iniciativa Conselheira 101, programa de incentivo à presença de mulheres negras nos conselhos de administração.

Em 2018, lançou a biografia “Vontade Inabalável” (editora Sextante), onde conta sua trajetória e fala sobre suas escolhas de carreira, que a levaram a empresas de diversos setores e também ao governo federal e à secretaria municipal da Fazenda da cidade do Rio de Janeiro, onde esteve à frente também da organização das Olimpíadas em 2016.

Na Live do Valor desta sexta, dia 21, às 11h, que será conduzida pela editora de Carreira Stela Campos, Maria Silvia vai falar sobre os desafios da liderança no cenário atual e os atributos esperados para novos gestores. Também vai dizer como as pautas da diversidade e o ESG, que inclui as melhores práticas ambientais, sociais e de governança, podem ser incluídas na agenda dos CEOs. Assim como a importância do olhar feminino na gestão e o desafio dos dirigentes para inspirar e motivar as novas gerações.

A entrevista será transmitida pelo site e pelas páginas do Valor no YouTube e LinkedIn.

You May Also Like